29 de jan de 2010

Tipos de TVI e suas soluções

Tipos de TVI e suas soluções

É muito conhecida a interferência de transmissores de HF nos aparelhos de TV, a chamada TVI, em especial quando estes estão operando com antenas comuns nos canais de VHF normais.
Para eliminar tais interferências, muitas vezes o processo é trabalhoso e o problema de difícil solução. Por isso existe a necessidade de se descobrir como e porque está havendo tal interferência.
TIPOS DE TVI
Há vários tipos de TVI no que diz respeito à sua origem:

1 - A mais óbvia é aquela resultante da existência de harmônicos do sinal transmitido que caem dentro da banda de recepção do aparelho de TV. Por lei, existe um valor máximo para a irradiação de harmônicos de um sinal de um transmissor. Muitas vezes, no entanto, apesar de dentro dos limites legais, a potência desses harmônicos é suficiente para interferir em televisores, especialmente em lugares onde o sinal da TV é fraco.

2 – Outra semelhante à primeira resulta do fato de que o transmissor está emitindo sinais espúrios na banda de recepção do televisor, normalmente gerados por oscilações parasitas nos estágios finais de potência do transmissor. Existe também limitação legal para a emissão de tais espúrios.

3 – Quando o sinal do transmissor está perfeitamente puro, mas a proximidade das antenas de transmissão e da TV é muito grande, pode ocorrer que os circuitos de entrada de VHF da TV não rejeitem suficientemente os sinais de HF, fazendo com que estes saturem tais circuitos, gerando não-linearidades que misturam os sinais do transmissor e da estação de TV de modo irreversível. Este é, na verdade, um problema de projeto do televisor que permite sinais de HF penetrarem com grande intensidade em sua entrada.

4 – Geração de harmônicos do transmissor de HF fora do mesmo, isto é, por elementos não-lineares nas proximidades do televisor ou das antenas.

No que diz respeito ao modo com que os sinais interferentes atingem o televisor, há dois processos:

1 – Por condução, onde o sinal interferente é de alguma forma conduzido pelas fiações de alimentação existentes até o televisor via seu cabo de alimentação.

2 – Por radiação, onde o sinal interferente é irradiado de algum ponto para a antena do televisor.

SOLUÇÃO DOS PROBLEMAS DE TVI
A solução das referidas interferências depende justamente da sua orígem e do modo com que atingem o aparelho de TV. Vejamos cada um deles.
Iniciemos pelo modo com que atingem o televisor.

1 - No caso de condução, muitas vezes é bastante a utilização de ‘chokes’ de filtro colocados no cabo de alimentação do aparelho de TV. Pode-se tentar enrolar (duas ou mais voltas) o cabo de alimentação do televisor em um núcleo de transformador ‘fly-back’ de TV. Isto absorve as eventuais freqüências altas presentes no cabo de alimentação. Pode-se também separar os dois condutores do cabo de alimentação do televisor, enrolando-se, com cada condutor, duas bobinas no mesmo núcleo de ferrite de ‘fly-back’.
Como muitas vezes o próprio transmissor está acoplando RF à fiação de alimentação de AC, a utilização de tal filtro em seu cabo de alimentação pode ser muito eficiente.

2 – No caso de radiação, a solução está sempre na introdução de filtragem no caminho do sinal interferente ou na eliminação de sua geração.

Com relação à sua origem:

1 – A existência de harmônicos pode ser atenuada pela utilização de filtros passa-baixas na saída do transmissor. Existem filtros comerciais que atenuam fortemente as freqüências acima de 30 MHz, mas eles podem ser montados pelo usuário sem muitos problemas. Costuma ser um processo muito eficiente na solução do problema para tal origem da interferência.

2 – A geração de espúrios de alta freqüência deve ser pesquisada cuidadosamente e eliminada totalmente dos circuitos do transmissor.

Esses sinais normalmente não são conduzidos pela linha de transmissão da antena no modo convencional, isto é, no seu interior e sim numa ‘linha de transmissão’ formada entre o cabo da antena e a terra das redondezas. Um ‘choke’, efetuado enrolando-se o cabo da antena num núcleo de ferrite para baixas freqüências, pode resolver o problema. Outra solução interessante é simplesmente passar o cabo da antena (normalmente se faz isto com cabos coaxiais) por dentro de um tubo de papelão (e centrado neste) de uns 20 ou 30 cm de comprimento por uns 4 ou 5 cm de diâmetro (tubos usados para acondicionar diplomas, por exemplo), preenchendo-se o espaço entre o cabo e o tubo com palha de aço fina, o que produz uma perda gigante nas freqüências altas que eventualmente estejam sendo conduzidas externamente ao cabo (é a milésima segunda utilidade para certa palha de aço comercial, conhecida como possuindo mil e uma!).

3 – Quando existe saturação nos circuitos de entrada do televisor, a utilização de filtro passa-altas no mesmo normalmente resolve o problema. Este filtro tem de ser posto na entrada de antena da TV, ou dentro dela, ou o mais próximo dela possível para evitar captação pelos condutores que se situam após o filtro.

4 – Este eu considero a situação mais complicada de TVI.

A existência de maus contatos, em especial em condutores de cobre que se oxidam, gera não-linearidades similares aos diodos. Por isso é fundamental que todas as conexões na antena do transmissor sejam soldadas e não simplesmente torcidas entre si. As correntes de RF passando por esses ‘diodos’ geram harmônicos que podem ser a causa da TVI.

Mas é preciso lembrar que, na vizinhança da antena do transmissor, pode haver condutores que nada têm a ver com a transmissão, como linhas telefônicas, fiação de alimentação de AC, varais de roupa metálicos (eu, em particular, tive um problema sério na faixa de 20 m com um varal oxidado, cujo problema demorou meses para ser solucionado por ser de difícil descoberta!). Dessa forma, muitas vezes se torna difícil descobrir e/ou resolver o problema por não sabermos onde está o mesmo sendo gerado. De qualquer forma, é bom verificar se as conexões da fiação de alimentação AC internas à residência estão bem apertadas e não oxidadas.

Antenas de TV com cabos, parafusos e elementos oxidados são um convite à TVI desse tipo.

Aqui se pode imaginar que toda solução que se aplica ao transmissor, sua antena ou local, pode ser aplicada sem muita dificuldade operacional.
O mesmo já não é verdade quando o motivo da interferência está na residência do aparelho de televisão. Em primeiro lugar, é necessária uma boa relação entre o proprietário do transmissor e o da TV para que sejam possíveis a colocação de filtros, melhora das condições da antena da TV, etc. Além disso, o transmissor é único, mas os aparelhos de TV interferidos podem ser mais de um e, quando o transmissor está perfeito, solucionar a TVI em mais de um televisor pode ser muito complicado, senão impossível.

Lembrem-se também que, em todos os casos, abaixando-se a potência transmitida, sempre diminui a interferência, independentemente de seu tipo ou modo com que atingem o televisor. Este problema é raro nas operações QRP.

Finalmente cabe dizer que tudo o que foi dito aqui com relação às interferências de transmissores de HF em televisores pode ser usado no caso de interferência em outros aparelhos, como amplificadores de áudio (normalmente com longos cabos de alto-falantes), aparelhos telefônicos (devido à não linearidade dos circuitos de proteção de sobrecarga), etc.

22 de jan de 2010

Ajuda de todos os radioamadores no haiti

Os Radioamadores são convidados a manter 7.045MHz e 3.720MHz livres para todo o tráfego de emergência decorrentes do terramoto que atingiu o Haiti em 12 de Janeiro de 2010 no caso de qualquer Radioamador haitiano conseguir entrar em emissão e no caso de outros eventos relacionados nas áreas circunvizinhas, incluindo réplicas.•

Arnie Coro, CO2KK, IARU-R2 Área C Coordenador de chamadas de emergência relatados às 0245 UTC eles não foram capazes de comunicar com qualquer Radioamador no Haiti, mas há presença de amadores de outros países na área, que também sentiram o tremor. Eles pedem o seu apoio para manter estas frequências limpas.•

O seguinte é de um e-mail de CO2KK lançado para o CQ / WorldRadio Online redacção:•
"Poucos minutos depois do terramoto que foi sentido nas cidades do leste de Cuba, a Federação Cubana de Rádio Amadores Net Emergência foi activado, com estações de controle de estações CO8WM e CO8RP localizadas na cidade de Santiago de Cuba, e em contacto permanente com o Centro Nacional de Sismologia de Cuba, localizada naquela cidade.
Estações na cidade de Baracoa, na província de Guantánamo, também foram activadas imediatamente como os movimentos de terra foram sentidos ainda mais forte lá, devido à sua proximidade com o Haiti.

CO8AZ e CO8AW entraram no ar imediatamente, com a estação CM8WAL. Na fase inicial da emergência, a população da cidade de Baracoa foi evacuada para longe da costa, como houve um alerta preliminar de um evento possível tsunami ou de uma pesada sequência de ondas de impacto na linha da costa marítima da cidade, mar parede...
Baracoa não pôde contactar estações de Santiago de Cuba, em 40 metros devido ás hora 5 PM local, várias estações no oeste de Cuba e uma no Estado da Florida, desde E.U. fizeram de relé.

CO2KK, como Coordenador de Emergência IARU Região II, Área C, ajudou a organizar as redes, em 7045 kHz e também em 3720 kHz, enquanto as redes locais em Santiago de Cuba e Baracoa operavam em 2 metros.

Ainda ás 9,45 hora local 0245 UTC não têm sido capazes de contactar qualquer amador ou estações de serviços de emergência no Haiti.

Radioamadores da República Dominicana, Porto Rico, Venezuela, acompanham a frequência de banda de 40 metros, que notificou para a Região II de IARU executivo Ramon Santoyo XE1KK como em uso para a emergência, pedindo que 7045 kHz estar limpa quanto possível...
Ainda estamos escutando 7.045 kHz esperando que alguém no Haiti pode ter acesso a um transceptor e pelo menos uma bateria de carro para operar.

Todas as informações que até agora vem do sismólogo cubano nos falam de um terramoto muito intenso, e também da possibilidade de outros eventos a seguir.
Seguindo o conselho do geofísico, estamos mantendo as frequências de 7045 e 3720 quilohertz activa até novo aviso ".

ULTIMAS NOTICIAS DE RADIOAMADORES

A destruição é maior do que inicialmente se pensou", disse ao DN o radioamador Carlos Nora(CT1END). Este referiu a existência de "transmissões internas em VHF e UHF, e todas elas falam do mais completo caos. O que aparece nas imagens não traduz a realidade". Deste tráfego, explicou o radioamador, depreende-se "que não há electricidade nem telefones móveis ou fixos. Os rádios estão a funcionar com baterias e geradores".

Pelo menos um operador estrangeiro estava no Haiti. Pierre Petry,
HB9AMO apareceu no dia 3 de Janeiro operando como HH2/HB9AMO e
planejava um QRX de duas semanas. Voltaria ao ar no dia 13 no
horário nocturno local, entretanto ainda não há informações sobre ele.

Ele mantém uma página pessoal com informações sobre suas expedições.

http://www.hhhb9amo .pa7fm.nl/


O Padre John Henault, HH6JH, em Port-au-Prince, estabeleceu contacto na 4ª feira de manhã com a Intercontinental Assistance and Traffic Net (IATN) em 14.300 MHz, a frequência para comunicações de emergência IARU Global Centre of Activity. Baseado em relatos monitorizado por W2VU, Padre John informou que ele e todos os que estavam com ele estão bem e salvos, mas não têm serviço telefónico e energia eléctrica. Ele operou com energia de uma bateria e espera ter um gerador a funcionar mais tarde. A estação foi escutada por William Sturridge, KI4MMZ, em Flagler Beach, Florida.


Uma comissão do Clube de Rádio Dominicano, Inc. e da União Dominicana radioamadores relevantes para preparar o mundo para se comunicar com Port-au-Prince Haiti, uma cidade devastada por um terremoto de 7,3 graus na escala Richter. A comissão coordenada pelo presidente do DER e do apoio de Pepe Goico HI8PGG está provisoriamente a partir do rádio deu ao clube na manhã de sexta-feira, 14 deste mês. Eles pretendem instalar uma estação de radiodifusão a mesma vontade com HI8RCD/HH indicativo, e terá todas as modalidades de comunicação nas bandas de amador e uma estação móvel com todas as bandas de frequências onde sera informado todo o mundo. A delegação será composta inicialmente por Pepe rádio amador Goico por membros do RCD ea Udra seguinte, indicativos HI8FLB, HI8CJG, HI8DBF, HI8SAR, HI8JLH, HI8ROD e HI3TEJ


Jean-Robert Gaillard, Port-au-Prince, Haiti (HH2JR) e Frederick J. Moore, 7500 E Pocono Dr, Inverness, FL 34450 (W3ZU), na Flórida.

Centenas de mortos, sem energia, sem eletricidade, sem hospital. Jean-Robert Gaillard relatórios de 30 réplicas desde o terremoto principal, dizendo que "tudo é o caos, há cadáveres por todo o lado." Essa conversa foi captada através de um Radioamador há alguns instantes. Jean-Robert se torna muito emocionante no final da conversa, quando ele é informado há uma Coast Guard Cutter em cena em Port Au Prince, um navio-hospital a caminho, e mais 3 Cortadores de rota.




INFORMAÇAO DE CT2IUL 73

17 de jan de 2010

FREQUENCIAS S.O.S - HAITI (Único Meio de Comunicação) !!!

Freqüência: 3,977 MHz e 14,267 MHz 7045Mhz, 3720 kHz Haiti



Salvation Army Radio EMERGENCY TEAM NETWORK

SATERN Full Alert DELTA Nível III para o Haiti Terremoto de Emergência. Todos
redes ativas. 14,265 MHz Daytime Primário. 7265 e 3977,7 KHz e à noite
noite. http://www.satern.org/

= = =
Terremoto de freqüências net - 7045, 3720 kHz - Tenha claro

Da redação CQ / WorldRadio Online

Todos os radioamadores são obrigados a mantê-7045 kHz e 3720 kHz claro para
tráfego possível emergência relacionadas com a grande terremoto de hoje no Haiti.

International Amateur Radio Union (IARU) Região II, Área C Emergência
Coordenador Arnie Coro, CO2KK, informa que a partir de 0245 UTC de janeiro
13, nada tinha sido ouvido de radioamadores no Haiti, mas que o
acima de freqüências estavam sendo mantidos ativos em caso de qualquer presuntos haitiano gerir
para entrar no ar, e no caso de outros eventos relacionados em torno
áreas, incluindo réplicas e um possível tsunami.

O seguinte é de um e-mail de CO2KK:

Poucos minutos após o sismo foi sentido em cidades do leste de Cuba,
A Federação Cubana de Rádio Amadores Net emergência foi ativado, com
líquida dos postos de controlo CO8WM e CO8RP localizada na cidade de Santiago de
Cuba, e em contacto permanente com o Centro Nacional de Sismologia
Cuba localizado naquela cidade.

Estações na cidade de Baracoa, na província de Guantánamo, também foram
ativada imediatamente, como os movimentos de terra foram sentidos ainda mais fortes
lá, devido à sua proximidade com o Haiti. CO8AZ e CO8AW entrou no ar
imediatamente, com a seguinte CM8WAL. Na fase inicial da emergência,
a população da cidade de Baracoa foi evacuado longe do
costa, como houve um alerta preliminar de um evento possível tsunami ou de uma
pesada onda seqüência trens impactando a linha da costa marítima da cidade
parede ...

Baracoa não pôde contatar estações de Santiago de Cuba, em 40 metros, devido à
Passar muito tempo depois de 5 PM local, que várias estações no oeste de Cuba e
uma no Estado da Flórida, desde E.U. relés. CO2KK como Região II de IARU
Área C Coordenador de Emergência, ajudou a organizar as redes, em 7045 kHz
e também em 3720 kHz, enquanto as redes locais em Santiago de Cuba e Baracoa
operado em 2 metros.

Ainda em 9,45 horário local 0245 UTC não temos sido capazes de contacto
qualquer amador ou estações de serviços de emergência no Haiti.

Aficionados da República Dominicana, Porto Rico, Venezuela,
acompanhamento da freqüência de banda de 40 metros, que eu notificada à IARU
Região II executivo Ramon Santoyo XE1KK como em uso para a emergência,
solicitando que 7045 kHz ser mantido tão clara quanto possível ..

Ainda estamos observando a 7.045 kHz esperando que alguém no Haiti pode
ter acesso a um transceptor e pelo menos uma bateria de carro para executá-lo.

Todas as informações que até agora vem do sismólogos cubano dizer
nos de um terremoto muito intenso, e também da possibilidade de outros
eventos que se seguem.

Seguindo o conselho do geofísicos, estamos mantendo a 7045 e
3720 freqüências quilohertz ativa até novo aviso.

G4TUT
QRZ Moderador


VERSÃO EM INGLÊS.

==========================================


SALVATION ARMY TEAM EMERGENCY RADIO NETWORK

SATERN Full Alert Level DELTA III for Haiti Earthquake Emergency. All
nets active. 14.265 MHz Primary Daytime. 7265 and 3977.7 KHz evening and
night. Saiba mais')">http://www.satern.org/

= = =
Earthquake net frequencies - 7045, 3720 kHz - Please keep clear

From the CQ / WorldRadio Online Newsroom

All radio amateurs are requested to keep 7045 kHz and 3720 kHz clear for
possible emergency traffic related to today's major earthquake in Haiti.

International Amateur Radio Union (IARU) Region II Area C Emergency
Coordinator Arnie Coro, CO2KK, reports that as of 0245 UTC on January
13, nothing had been heard from radio amateurs in Haiti, but that the
above frequencies were being kept active in case any Haitian hams manage
to get on the air, and in case of other related events in surrounding
areas, including aftershocks and a possible tsunami.

The following is from an e-mail from CO2KK:

A few minutes after the earthquake was felt in eastern Cuba's cities,
the Cuban Federation of Radio Amateurs Emergency Net was activated, with
net control stations CO8WM and CO8RP located in the city of Santiago de
Cuba, and in permanent contact with the National Seismology Center of
Cuba located in that city.

Stations in the city of Baracoa, in Guantanamo province, were also
activated immediately as the earth movements were felt even stronger
there, due to its proximity to Haiti. CO8AZ and CO8AW went on the air
immediately, with CM8WAL following. At the early phase of the emergency,
the population of the city of Baracoa was evacuated far away from the
coast, as there was a primary alert of a possible tsunami event or of a
heavy wave trains sequence impacting the coast line at the city's sea
wall ...

Baracoa could not contact Santiago de Cuba stations on 40 meters due to
long skip after 5 PM local time, so several stations in western Cuba and
one in the US State of Florida provided relays. CO2KK as IARU Region II
Area C Emergency Coordinator, helped to organize the nets, on 7045 kHz
and also on 3720 kHz, while local nets in Santiago de Cuba and Baracoa
operated on 2 meters.

As late as 9,45 PM local time 0245 UTC we have not been able to contact
any amateur or emergency services stations in Haiti.

Amateurs from the Dominican Republic, Puerto Rico, Venezuela were
monitoring the 40 meter band frequency, that I notified to the IARU
Region II executive Ramon Santoyo XE1KK as in use for the emergency,
requesting that 7045 kHz be kept as clear as possible..

We are still keeping watch on 7045 kHz hoping that someone in Haiti may
have access to a transceiver and at least a car battery to run it.

All information that has so far come from the Cuban seismologists tell
us of a very intense earthquake, and also of the possibility of other
events following.

Following the advice of the geophysicists, we are keeping the 7045 and
3720 kiloHertz frequencies active until further notice.

G4TUT
QRZ Moderator
Saiba mais')">http://www.qrz.com


10 de jan de 2010

Choque de BALUN - COMO FAZER

O BALUN seguinte é feito com o próprio cabo coaxial que alimenta a antena, e deve estar situado próximo a antena. A indutância criada pelo enrolamento feito com o cabo impede (ou reduz) a corrente de modo comum que circularia na blindagem do cabo na ausência do BALUN :


O BALUN é uma bobina feita com o próprio cabo, com diâmetro da ordem de 10 cm para cabos finos com RG58 e da ordem de 15 cm para cabos grossos com o RG213. Para operar de 3,5 a 30 MHz, bastam 10 espiras. Acima de 14 MHz, bastam 8 espiras. Pode ser usado também em VHF, fazendo uma bobina helicoidal de 5 espiras sobre um cilindro isolante com o menor diâmetro possível para não forçar muito o cabo.

O que é corrente de modo comum ?

Vamos analisar o caso especifico de um dipolo alimentado por um cabo coaxial.

Num cabo coaxial corretamente terminado por uma carga desbalanceada, a corrente do condutor interno (ida) é igual a corrente na blindagem (retorno) mas com sentido (ou polaridade) trocado. A soma algébrica destas duas correntes é zero. A média destas duas correntes é chamada de corrente de modo comum, e num cabo coaxial devidamente terminado, deve ser zero. Como as duas correntes são iguais e opostas e concêntricas, o cabo não gera nenhum campo magnético na parte externa à blindagem, portanto não irradia.

Mas quando o cabo coaxial é ligado a um dipolo. esta soma não é mais zero, devido a uma corrente extra na blindagem do cabo. Como o dipolo é um circuito balanceado e simétrico, ele tende a desenvolver tensões simétricas em relação a terra no seus dois terminais, devido as capacitâncias dos dois lados do dipolo em relação à terra (entre outros fatores) e que formam um divisor capacitivo. Como o cabo coaxial está aterrado no lado inferior (lado do transmissor), a tensão existente em relação à terra, na metade do dipolo ligada à blindagem, fará circular uma corrente extra nesta blindagem (além da corrente já existente). Esta nova corrente será limitada pela impedância apresentada pela blindagem do cabo todo. Agora a média entre a corrente do condutor interno e a corrente na blindagem não é mais zero, portanto temos uma corrente de modo comum. E portanto o cabo gera campo magnético na parte externa a blindagem, ou seja, passa a irradiar, o que não é desejável.



5 de jan de 2010

QTC BRASILEIRO, FAZ ENTREVISTA COM PP2RR

QTC BRASILEIRO, FAZ ENTREVISTA COM PP2RR

Segue abaixo o link para ouvir o PODCAST 81

http://qtcbrasileiro.qsl.br/podcast/podcast_81.mp3

Nesta edição: Na Coluna do Daniel PU6ZAA entrevista com Rafael PP2RR, Rafael nos fala sobre sua trajetória no Radioamadorismo.Em CONVERSANDO COM OS RADIO ESCUTAS, Ulysses Galletty PY2UAJ nos aproxima informação sobre Radio escuta e DX. Na COLUNA DE NOTICIAS, Daniel PU6ZAA, nos aproxima noticias Nacionais e Internacionais sobre Radioamadorismo. Não perca!